quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Pelo tempo necessário

Sofrerás, apenas, o de que necessites, para seres livre.
Padecerás, somente, enquanto estejas incurso nos débitos contraídos.
Penarás, ante a injunção que mereças, e não mais.
Joanna de Ângelis

Ser espírita, estudar e refletir sobre as informações trazidas pelos espíritos desencarnados e elaborar uma transformação pessoal é uma tarefa que parece-me, muitas vezes, algo difícil. Constantemente me percebo reclamando dos problemas, lamentando que, apesar do esforço realizado, os problemas continuam acontecendo. Sinto-me desprotegido e só, principalmente quando tenho meus anseios e objetivos frustrados por algum fato da vida.

Pelo que converso com outras pessoas, estes momentos de esforço e dificuldades, assim como os sentimentos e emoções que identifiquei são muito comuns. Acredito que sejam características de espíritos imortais encarnados que ainda não conseguiram construir em si uma visão plena, na mente e no coração, sobre o que significa ser um espírito imortal, filho de Deus, entidade boa e justa que deseja que todos os seus filhos percebam-se e comportem-se segundo o amor com que foram criados.

Allan Kardec em suas obras que compõe a base da doutrina espírita, assim como seus sucessores, vêm apresentando sistematicamente notícias e informações sobre o plano espiritual, sobre a necessidade de assumirmos as rédeas de nossos pensamentos, sentimentos e atos, sobre a necessidade de despertarmos para o processo de desenvolvimento intelecto-moral em curso para toda a humanidade; mas nos falam também sobre consolo e estímulo à vida.

Cada revelação, cada reflexão realizada à luz da imortalidade da alma e do amor maior que nos envolve, cada relato espiritual a cerca das maravilhas que nos aguardam na vida futura servem também como um bálsamo que torna a vida material e suas enormes dificuldades um pouco mais suave; enchem-nos o coração de esperanças e alimentam a certeza de que um dia nós seremos capazes de superarmos todas estas dificuldades e estaremos vivenciando situações de plena felicidade e amor no exercício de nossas atribuições espirituais.

Jesus já havia nos falado sobre o julgo leve, que se caracteriza pela suavização dos pesares da vida em função da observância da lei divina. Grandes nomes anteriormente a ele também apontam em seus discursos a necessidade de adoção de um código de conduta mais direcionado à ética para que possamos, desta forma, sofrermos menos e sermos mais felizes.

Sofremos porque ainda desconhecemos a vida espiritual. Sofremos porque ainda estamos muito presos à realidade material, sofremos porque estamos inseridos em processo de aprendizado. Talvez estas sejam as informações mais enriquecedoras que a doutrina espírita tem a nos oferecer. Através de seus conteúdos conseguimos compreender a nossa verdadeira realidade, a espiritual, e passamos a entender melhor a realidade que nos cerca e a significar de forma diferente o que nos ocorre.

Como somos espíritos imortais inseridos em oportunidade de aprendizado adequada à nossas necessidades de aprendizado, temos condições de determinar o fim de nossas dores e sofrimentos. Basta nos empenharmos para aprender a lição proposta pela vida o mais rápido possível para que tenhamos aquela etapa concluída e dela guardemos apenas os momentos positivos.

Nesta citação Joanna nos convida à revisão das formas de proceder perante a vida. Se desejamos a liberdade e queremos evitar os sofrimentos, torna-se necessário o empenho pessoal no sentido de modificar condutas, sentimentos e pensamentos.

Não necessitamos de agentes externos, cultos específicos ou templos para liberarmo-nos do sofrimento. Voltemos nosso olhar para dentro de nós, reflitamos a cerca das possibilidades de mudança oferecidas pelas condições da vida e trabalhemos para agilizar as transformações necessárias em nós mesmos para sermos mais livres.

Licença Creative Commons
Pelo tempo necessário de C. Guilherme Fraenkel é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Brasil.
Permissões além do escopo desta licença podem estar disponíveis em http://www.guilherme.fraenkel.nom.br/?page_id=10.


Este artigo faz parte do projeto Reflexão Diária que iniciou-se em 05/01/2011 a partir de um presente que ganhei em 2010, uma caixinha cheia de citações (veja o artigo "O importante não é a etiqueta" para mais detalhes)

Você poderá acompanhar todas as citações e reflexões publicadas no WebEspiritismo usando o Marcador “Reflexão diária”. A lista de Marcadores usados está disponível na coluna lateral do blog sob o título “Marcadores”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva aqui o seu comentário