sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

André Trigueiro fala de Espiritismo e Meio Ambiente

Suely Caldas Schubert fala em Laranjeiras

Uma das maiores estudiosas e divulgadoras da doutrina espírita. Autora de vários livros, Suely já proferiu inúmeras palestras no Brasil e no exterior. Suas obras vêm servindo de referencial nos estudos da mediunidade.

Data:06 de março de 2010 às 16 horas
Local: Casa de Francisco de Assis - Rua Alice, 308 – Laranjeiras
Tels: 2265-9499/2557-0100
Entrada: 1 lata ou sache de leite em pó

Biografia de Suely

Suely Caldas Schubert nasceu em Carangola, MG. Desde jovem, dedica-se às atividades espíritas, especialmente no âmbito da mediunidade e da divulgação do Espiritismo. Autora de nove livros, é também conhecida expositora, tendo realizado dezenas de palestras no Brasil e no exterior.

Pela Editora da Federação Espírita Brasileira lançou seus dois primeiros livros – Obsessão/Desobsessão: Profilaxia e Terapêutica (1981) e Testemunhos de Chico Xavier (1986). Outros livros de sua autoria são O Semeador de Estrelas (1989), Ante os Tempos Novos (1996), ambos pela Editora LEAL; Mediunidade: Caminho para ser Feliz (1999), pela Editora Didier; e Transtornos Mentais (2001), pela Minas Editora.

Em 1986, Suely fundou com um grupo de companheiros a Sociedade Espírita Joanna de Ângelis, em Juiz de Fora, da qual foi a primeira presidente e hoje exerce a vice-presidência. Tem uma atividade intensa na Aliança Municipal Espírita dessa cidade, onde reside e é diretora do Departamento de Mediunidade.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Revolução da Ama - Aristóteles

Este texto, atribuído ao pensador Aristóteles, é simplesmente fantá. Vale a leitura sob a ótica espíritastico

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Turma da Mônica fala sobre reencarnação

Recebi a dica de uma amiga e achei que pode ser uma referência importante para todos que realizam atividades de evangelização com crianças.

http://www.monica.com.br/comics/reencarnacao/welcome.htm

Vem a vida...

Outro dia estava pensando na vida sob a ótica espírita, como um encadeamento de experiências de aprendizado e acabei escrevendo este poema. Espero que gostem

Vem a Vida...

Chega de mansinho...
Cresce devagarinho...
Deixa aquele gostinho...

Venha Vida!
Vem a Vida...

Chega com tempo finito!
Cresce querendo o infinito!
Deixa todo mundo aflito!

Venha Vida!
Vem a Vida...

Chega sem nada querer.
Cresce sem ninguém ver.
Deixa uma saudade gostosa querendo ver...

Venha Vida!
Vem a vida...

Chega ao nascer...
Cresce até morrer.
Deixa o desejo de renascer!

Venha Vida!

Creative Commons License
Vem a Vida... de Guilherme Fraenkel é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Brasil.