quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Dimensões de Deus

Comecei a realizar uma nova leitura que, aliás, recomendo a todos. O livro chama-se O Grande Enigma e é de autoria do genial Léon Denis. Separei um pedacinho desta riqueza para convidá-los. No trecho extraído do livro, contido no capítulo I da primeira parte, Denis fala sobre Deus através do Universo. é simplesmente emocionante.

"A terra voga sem ruído na extensão. Essa massa de dez mil léguas de circuito desliza sobre as ondas do éter qual um pássaro no Espaço, qual um mosquito na luz. Nada denuncia sua marcha imponente. Nenhum ranger de rodas, nenhum murmúrio de vagas sob seus flancos. Silenciosa, ela passa, rola entre suas irmãs do céu. Toda a potente máquina do universo se agita; os milhões de sóis e de mundos que a compões, mundos perto dos quais o nosso vale por uma criança, todos se deslocam, se entrecruzam, prosseguem suas evoluções com velocidades aterradoras, sem que som algum ou qualquer choque venha trair a ação desse gigantesco aparelho. O Universo continua calmo. É o equilíbrio absoluto; é a majestade de um poder misterioso, de uma inteligência que não se impõe, que se esconde no seio das coisas, e cuja presença se revela ao pensamento e ao coração, e que atrai o pesquisador qual a vertigem do abismo.

Se a Terra evolucionasse com estrondo; se o mecanismo do mundo regulasse com fracasso, os homens, aterrorizados, curvar-se-iam e creriam. Mas, não! A obra formidável se executa sem esforço. Globos e sóis flutuam no Infinito, tão livres quanto plumas sob a brisa. Avante, sempre avante! O rodar das esferas se efetua guiado por uma potência invisível.

A vontade que dirige o Universo se disfarça a todos os olhares. As coisas estão dispostas de maneira que ninguém é obrigado a lhes dar crédito. Se a ordem e a harmonia do Cosmos não bastam para convencer o homem, este é livre no conjecturar. Nada constrange o cético para ir a Deus."

Denis, Leon; O grande enigma; editora FEB

sábado, 3 de janeiro de 2009

Dia de Finados e a Doutrina Espírita

Fui convidado pelo Grupo de Estudos Espíritas Rita de Cássia, na Zona Sul do Rio de Janeiro, a realizar uma reflexão à luz da doutrina espírita sobre a comemoração do dia dos mortos, ou dia de finados. Esta reflexão foi realizada no dia 01/11/2008 e a disponibilizo na íntegra através deste artigo

Procurei usar como orientação geral os itens 4, 5 e 6 do capítulo XXIII de O Evangelho Segundo o Espiritismo, que tratam a questão dos reais valores para o espírito com relação a vida e a morte. Espero que apreciem a reflexão.

Acesse o webEspiritismo e ouça o Podcast "Dia de Finados e a Doutrina Espírita

Creative Commons License
Dia de Finados e a Doutrina Espírita por Guilherme Fraenkel está licenciado sob a licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil.