quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Ser feliz

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá a falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma .

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um 'não'.

É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

(Fernando Pessoa)

Perturbações Relgiosas

Achei estes 2 vídeos no youtube nos quais Raul Teixeira fala sobre Perturbações Relgiosas. É uma reflexão muito boa, nos conduz ao pensamento sobre o sentimento de religiosidade que precisa ser desenvolvido por cada um de nós.

 

Graduação em Teologia Espírita

Fico muito feliz ao ver que o pensamento espírita ganha espço na sociedade. É realmente muito bom ver como as instituições, de um modo geral, começam a abrir espaço para o atendimento de necessidades da sociedade.

Achei no Twitter uma mensagem de divulgação de um curso de Graduação em Teologia Espírita oferecido no Sul. Não é interessante?

domingo, 27 de dezembro de 2009

Transformação da sociedade

Li um artigo de Elias Barbosa publicado hoje no Jornal da manhã, "Gradual transformação da Humanidade" , que fala sobre o processo gradual de transformação da humanidade.

No artigo o autor levanta a importância da união dos grupamentos espíritas com vistas a otimiza a contribuição de nosso credo para a melhoria da humanidade.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Meu Natal para vocês

Transbordei de meus sentimentos de gratidão a Deus pela vida maravilhosa e pelos amigos que estão sempre em minha volta este texto sobre o natal.

Meu natal para vocês

Encontros de amigos
Encontros de colegas
Encontros de parentes
Fraternos encontros !

Presentes grandes
Presentes pequenos
Presentes escolhidos
Troca de presentes !

Festa para o paladar
Festa para os olhos
Festa para os ouvidos
Corações em festa !

Fraternos Encontros
Troca de presentes
Corações em festa

É Natal!
Natal de amor
Natal de esperança
Natal de bons sentimentos

Viva o Natal!
Natal Vivo!

Nossa responsabilidade

Amigos,

Estava relendo algumas anotações e textos e achei esta linda página de Emmanuel que divido com todos. Acho que ela chega em momento muito apropriado, uma vez que falamos tanto em ecologia e em transformação de hábitos.

Diante da multidão

“E Jesus vendo a multidão, subiu a um monte...” (Mateus, 5:1)

O procedimento dos homens cultos para com o povo experimentará elevação à medida que o Evangelho se estenda nos corações.

Infelizmente, até agora, raramente a multidão tem encontrado, por parte das grandes personalidades humanas, o tratamento a que faz jus.

Muitos sobem ao monte da autoridade e da fortuna, da inteligência e do poder, mas simplesmente para humilhá-la ou esquecê-la depois.

Sacerdotes inúmeros enriquecem-se de saber e buscam subjugá-la a seu talante.

Políticos astuciosos exploram-lhe as paixões em proveito próprio.

Tiranos desfaçados em condutores envenenam-lhe a alma e arrojam-na ao despenhadeiro da destruição, à maneira dos algozes de rebanho que apartam as reses para o matadouro.

Juízes menos preparados para a dignidade das funções que exercem, confundem-lhe o raciocínio.

Administradores menos escrupulosos arregimentam-lhe as expressões numéricas para a criação de efeitos contrários ao progresso.

Em todos os tempos, vemos o trabalho dos legítimos missionários do bem prejudicado pela ignorância que estabelece perturbações e espantalhos para a massa popular.

Entretanto, para a comunidade dos aprendizes do Evangelho, em qualquer clima da fé, o padrão de Jesus brilha soberano.

Vendo a multidão, o Mestre sobe a um monte e começa a ensinar...

É imprescindível empenhar as nossas energias a serviço da educação.

Ajudemos o povo a pensar, a crescer e a aprimorar-se.

Auxiliar a todos para que todos se beneficiem e se elevem, tanto quanto nós desejamos melhoria e prosperidade para nós mesmos, constitui para nós a felicidade real e indiscutível.

Ao leste e ao oeste, ao norte e ao sul da nossa individualidade, movimentam-se milhares de criaturas, em posição inferior à nossa.

Estendamos os braços, alonguemos o coração e irradiemos entendimento, fraternidade e simpatia, ajudando-as sem condições.

Quando o cristão pronuncia as sagradas palavras “Pai Nosso”, está reconhecendo não somente a Paternidade de Deus, mas aceitando também por sua família a Humanidade inteira.

Mensagem 104 – Livro Fonte Viva – Pelo espírito Emmanuel – Francisco Cândido Xavier