domingo, 6 de março de 2016

Gratidão como medicação para a alma


O prazer não vem com a intensidade imediata que a tecnologia oferece porque ele vem acompanhado de frustração, de sentimento de luta, de necessidade de construção, de desafios da vida diária que não apresentam respostas imediatas; pelo contrário. Sendo a grande maioria destes desafios trilhas originais a que somos chamados a trilhar, ele representa um universo de labirintos que o ser precisa percorrer para, nos meandros deste rio da vida, encontrar as respostas, o sentido e o significado, dando tempo a si mesmo para fazer o movimento interno e para responder ao movimento que a vida traz. - Andrei Moreira
Trecho de uma reflexão profunda sobre a gratidão como medicação para a alma. Veja a palestra na íntegra


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva aqui o seu comentário