sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

O progresso e a felicidade

Ainda que o finito em demanda do Infinito tenha sempre diante de si itinerário ilimitado, e jamais chegará a um ponto onde lhe seja vedado progredir ulteriormente - porque não há "luz vermelha" nos caminhos de Deus - É certo que o humano viajor chegará a um ponto em que a sua compreesnsão e amor de Deus o tornará profundamente feliz. Rohden, Huberto; O Sermão da Montanha; Martin Claret; SP; 2003;

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva aqui o seu comentário