sexta-feira, 24 de abril de 2009

Aprendendo a perdoar

Li na semana passada uma lição muito valiosa oferecida para nós pelo espírito Hammed através da mediunidade de Francisco do Espírito Santo Neto. A lição fala sobre o perdão e entitula-se “Aprendendo a perdoar” e está contida no livro “Renovando Atitudes”

Hammed defende que um bom caminho para conseguirmos perdoar está relacionado com o desenvolvimento de nossa capacidade de distanciamento psíquico, ou seja, da capacidade de não nos deixar levar pelas opiniões alheias e de buscarmos viver os nossos próprios valores.

Segundo o espírito, quando buscamos não nos deixar afetar pelas emoções alheias de perturbação, somos capazes de buscar a sintonia com bons espíritos de forma mais fácil e, desta forma, conseguimos dar a verdadeira dimensão para o fato ocorrido.

Outro aspecto positivo da prática do distanciamento psíquico é o fato de conseguirmos fugir da construção de mono-idéias, geradas a partir de nossas simulações de diálogos com o “ofensor” e da construção de cenários mentais de vingança.

Através desta prática somos capazes de acreditar que o ser humano é capaz de resolver seus dramas e é responsável pelos seus feitos na vida. Desta forma permitimos que o outro seja e se comporte como quer e, conseqüentemente, permitimos que nós também sejamos e nos comportemos como quisermos.

Hammed conclui sua lição com a mensagem de que desligar-se não é deixar de se importar, de amar ou de perdoar, mas viver sem se deixar contaminar pelas emoções do outro, buscando as suas próprias, fato que facilita o perdão.

Hammed nos ensina ainda que uma técnica eficiente para praticar o distanciamento psíquico é voltarmos a ter contato com nós mesmos. Desta forma passamos a ter a nossa vida baseada na nossa própria percepção da verdade e na vontade própria ao invés de baseada nas opiniões e emoções alheias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva aqui o seu comentário