terça-feira, 9 de março de 2010

Uma definição singular de saudade

Sou espírita há alguns anos e acredito firmemente nos princípios da reencarnação, da imortalidade da alma e da existência de um Deus bom e justo. Mas devo confessar que tenho muita dificuldade com a aplicação destes princípios no dia-a-dia para ler a vida de uma forma diferenciada.

Talvez por já conseguir reconhecer esta deficiência eu me encante quando tenho contato com relatos de pessoas que já possuem mais facilidade de fazer esta ponte.

O doutor Rogério Brandão, oncologista residente no Nordeste, conta uma destas histórias. Trata-se de um fato ocorrido com ele mesmo e que serve para resignificarmos a palavra saudade. Leia "DEFINIÇÃO SINGULAR DE SAUDADE" e confira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva aqui o seu comentário